domingo, 12 de janeiro de 2014

Som Ininterrupto


Som ininterrupto
Som ininterrupto que quebra o silêncio como luz que atravessa o infinito.
Sol que brinda um novo amanhã com sua vida e luz ininterrupta.
Alma de cor e textura macia como a seda e a alegria de viver.
Ao infinito brinde de toda a flor que olha para o céu e se mostra em sua simplicidade e ternura.
T ernura...
Grandiosidade de toda a alma que reluz como o sol e brilha como a lua.
Em um mar calmo navega por entre as flores.
Sei que posso com a alma do mundo possuir a clareza espetacular e verdadeira.
Em uma nuance sábia de suave tilintar de pequenos polidos cristais sinto a doce brisa que vem do
Leste de minh'alma que clama pela alma universal de suaves brisas de límpidos e eternos sons.
Em um segundo posso perceber o quão preciosa é a pureza e a simplicidade da vida.
Tantas certezas em um só segundo inebriante.
A doce e suave canção que ouço sem esforço vem de meu coração que cruza o infinito céu.
Suavemente vejo, ouço e sinto com a certeza de que a vida e eu somos um infinito saber e fluir.
Sei que posso para sempre deixar a música que há em minh'alma fluir sem cessar.
Agora a ouço, vejo e sinto...
Suave brisa...
Doce e eterna sabedoria universal.
Luz...
Melodia e harmonia.
Com devoção purifico a minha alma.
Aprendi a escutar a melodia incessante da alma.
Assim como os diamantes são eternos...
Eterna é a melodia do coração.
Nas batidas infinitas de Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário